Primeiro poster da adaptação de “Sangue Quente”

20 out

“Corpo frio, coração quente”

A frase está no primeiro poster da adaptação de “Sangue Quente”, homônimo do livro de Issac Marion .

A Summit está por trás do projeto com o diretor Jonathan Levine e pelo que tem sido divulgado é a aposta do novo romance sobrenatural da responsável pela franquia “Crepúsculo”.

Fonte da imagem.

Falando em “Crepúsculo” a primeira vez que soube, tanto do livro quando do filme “Sangue Quente”  aconteceu quando a primeira imagem promocional foi liberada.

Ela tinha uma semelhança – na verdade uma mistura – de duas imagens da saga de Meyer. Deem uma olhada na pose semelhante e no olhar “Penetrante” do protagonista em contraste com a cara de songa da mocinha.

 

Pois é, nem preciso dizer que um Zumbi NÂO é sexy,  muito menos que um ROMANCE com um Zumbi pode ser legal!

Ewwwwww nem vou começa a falar sobre necrofilia…

Abaixo a sinopse e capa do livro.

R é um jovem vivendo uma crise existencial – ele é um zumbi.

Perambula por uma América destruída pela guerra, colapso social e a fome voraz de seus companheiros mortos-vivos, mas ele busca mais do que sangue e cérebros.

Ele consegue pronunciar apenas algumas sílabas, mas ele é profundo, cheio de pensamentos e saudade. Não tem recordações, nem identidade, nem pulso, mas ele tem sonhos. Após vivenciar as memórias de um adolescente enquanto devorava seu cérebro, R faz uma escolha inesperada, que começa com uma relação tensa, desajeitada e estranhamente doce com a namorada de sua vítima.

Julie é uma explosão de cores na paisagem triste e cinzenta que envolve a “vida” de R e sua decisão de protegê-la irá transformar não só ele, mas também seus companheiros mortos-vivos, e talvez o mundo inteiro.

Assustador, engraçado e surpreendentemente comovente, “Sangue Quente” fala sobre estar vivo, estando morto, e a tênue linha que os separa.

Anúncios

3 Respostas to “Primeiro poster da adaptação de “Sangue Quente””

  1. Yasmin Dorneles outubro 20, 2012 às 2:25 am #

    Cara na boa… Ghouls podem ser sexies, mas zumbis?! tipo… um cadáver, em decomposição que come pessoas… Nops! o livro deve ser mt louco… fiquei até curiosa… mas não compro mt a ideia! rsrs…

  2. Tatiane Mugia outubro 22, 2012 às 10:28 am #

    Oi meninas, sempre concordo com suas resenhas e geralmente com os seus comentários, mas desta vez sou obrigada a discordar. Sangue quente é um romance “diferente”, mas não deixa de ser bom, quando li sua sinopse pela primeira vez também me dispertou a curiosidade e fiz questionamentos parecidos com os seus, mas fui ler e digo que não me arrependo, não é o melhor livro que ja li, mas é bom.
    A história do livro é interessante, passa-se num futuro onde a maioria das pessoas viraram Zumbis, e sobraram pequenas colonias de pessoas “normais” (tipo Resident Evil), R é um Zumbi, mas ele é diferente dos outros, ele consegue manter uma pequena linha com sua humanidade, então conhece Julie, uma humana, no inicio Julie tinha medo e tentou se manter afastada, pois tudo que ela espera de um Zumbi é morte, mas aos poucos ela foi percebendo que ele era diferente dos Zumbis Monstros, os que perderam toda e qualquer ligação com a humanidade, R a defende em varias situações, então ela percebe sua verdadeira personalidade e acabam se apaixonando. R é o inicio de uma nova era é como se ele fosse o inicio para a cura desta “doença”.
    A história é boa e o autor escreve muito bem, ele descreve pensamentos e situações com muitos detalhes e a leitura flui. Acho que o filme pode ser bom, vamos esperar, nem sempre as adaptações conseguem relatar a história como deveria.

    • Dayana Lopes outubro 22, 2012 às 10:50 am #

      Tatiane,
      Eu estou sempre querendo uma nova visão sobre livros que li e principalmente de livros que não li.

      “Sangue Quente” é um caso estranho, porque tem pessoas em quem confio plenamente –com relação a indicações de livros – que me disseram que a premissa é escrota, já outras que tenho alguns gostos em comum – mas nem todos – disseram que adoraram.

      E como a sinopse não me chamou a atenção eu fico nessa eterna duvida.
      Se não leio pela sinopse e nem pela premissa estranha ou dou uma chance para uma nova historia.
      Eu sei que não devemos julgar um livro pelo filme e nem pela sinopse – que muitas vezes não faz justiça ao livro- mas dessa vez estou muito dividida, então sobrou para o filme.
      Penso que só vou ler depois de ver o que esperar.

      Fico feliz que você acompanha o blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: