Lilac (Série Lilac #01) – Deise C. Müller

26 out

Finalmente a resenha de Lilac, o primeiro livro da série da querida Deise Müller…!!!

Editora: Novo Século

Sinopse: Meg cresceu acreditando ter herdado habilidades mágicas de sua tataravó feiticeira. Abandonada ainda bebê pela mãe, seu pai tenta fazer com que ela e sua irmã se interessem pela arte oculta, porém a última coisa que uma adolescente quer é aprender feitiços com sangue de galinha e adagas afiadas. Entretanto, quando Lauren, sua irmã, é assaltada e baleada, e Lucas seu ex-namorado, desaparece misteriosamente Meg se arrepende de não seguir os conselhos do pai. Meg retorna à cidade onde cresceu, para se afastar da dor do passado e da acusação nos olhos do pai. Seu passado, no entanto, não está disposto a deixá-la em paz. Craft, o suspeito inicial no desaparecimento de Lucas, acaba sendo o rei do clã Domovoi, o mais poderoso dos clãs, e sua única esperança de escapar de seu caçador, e da escuridão na qual seu coração se afundou. Mas quando sobreviver pode significar ser um receptáculo ambulante para um demônio que planeja destruir tudo o que você ama, e morrer significa destruir o coração daqueles que te amam, o que fazer? Um demônio banido… Uma linhagem condenada… E uma atração inevitável. O amor realmente supera tudo?

Craft é o Rei feiticeiro do clã Domovoi, um homem que sofreu grandes perdas e estava completamente desiludido com relacionamentos por conta de sua ex-esposa-vadia.

Meg havia sempre fugido da sua magia, mas com a morte da sua irmã se arrependeu disso e se culpou, caiu em uma grande depressão e nunca mais foi a mesma. Se mudou de Nova York, largou a faculdade e resolveu viver de forma diferente. Um ano após esse trágico acontecimento, ela estava em um club onde conheceu o lindo-muito-alto-delícia-Craft. Depois de uma grande confusão, com o sequestro de seu ex-insuportável, Meg descobre que é de fato uma feiticeira, não humana, nem bruxa, e que precisa de treinamento e proteção, pois existe alguém querendo matá-la.

Existem seis clãs de feiticeiros: Caelum, Viribus – Rei Fergus-delícia-pego-fácil, Visio, Vitae, Sapientia – Rainha-Elana-vadia-dos infernos e Domovoi – Rei Craft-suspiros-eternos. Cada clã possui características específicas.

Bem, a história é original e bem complexa – muitos acontecimentos, é o início da série então é bom prestar bastante atenção aos detalhes!

Existem outros personagens que valem a pena comentar, o irmão adotivo do Craft chamado Delion, que é alegria do livro – Dels, #CHORAI de rir várias vezes dele! O General Domovoi Dunstan-delicioso-olhos-verdes que foi quem criou Craft e Delion como se fossem seus filhos. Dunstan nesse primeiro volume é um personagem ambíguo, ama o Craft e quer que ele seja feliz, mas ao mesmo tempo, existe alguns conflitos de interesse com seu protegido! E claro, não posso deixar de falar da Helen, filha do Rei com a primeira bitch-esposa, que é uma criança adorável, e que também tem seus momentos!

(…) A propósito, porque você não tinha uma TV aqui?” Finalmente perguntei o que eu queria saber há dias.

“Eu só usava este quarto para dormir.” Craft deu de ombros e escolheu o filme de ação, cujo nome eu não sabia. “Ele ficou muito mais divertido com você aqui.” Ele sussurrou, não tão baixo quanto deveria, no meu ouvido.

“Não me façam vomitar no lençol de cetim. Eleonora finalmente encontraria um motivo para me matar.” Delion resmungou, jogando uma almofada na virilha de Craft. “E feche estas pernas, mulher, você está doente!” Ele implicou comigo. (pág. 96)

——————————————————————————————————————————————–

“Papai, você e a Meg são namorados?” Ela perguntou, assim que Eleonora saiu.

Podia-se ouvir um alfinete cair, tamanho o silêncio que se instaurou. Agatha e Delion nos olhava atentamente, esperando nossa resposta, e assim fazia Helen. Ela mal piscava, enquanto encarava o pai com uma carinha angelical.

“Ah, querida, não se faz esse tipo de pergunta… é muito constrangedor.” Eu tentei dissuadi-la, sentindo meu sangue subir pelo pescoço e se concentrar no meu rosto. Eu não tive coragem de olhar para o Craft.

“Por quê? É só responder sim ou não.” Ela estava certa, a questão era que não sabíamos responder àquilo. (pág. 211)

O livro é adulto meninash, existem várias cenas quentes entre  Craft e Meg. Mas claro, isso não define o livro nem monopoliza o enredo! Na verdade completa a história, porque só ação e blá blá blá fica chato e monótono também. Eu gosto de livros adultos e sensuais, adorei Lilac e recomendo! Eu amo esse contexto de bruxos, feiticeiros, magia e seres sobrenaturais! Você começa o livro e quando percebe já acabou então começa a chingar porque não tem a sequência ainda!

Bem, no final… NÃO! Nada se ajeita! rsrs… A Deise quase me matou de ódio com esse final enigmático do tipo “Aguardem os próximos capítulos!” Bem, algumas coisas se ajeitam, Craft mata o assassino que estava gerando caos e confusão entre os clãs por ser um fanático ignorante, ninguém importante morre, Meg não vai ser mais ameaçada por ser um possível perigo… Masssss a Meg no final… bem, não vou contar! E sim, é permitido reclamar com a autora! Mu ha ha ha ha…

Obs.: A Meg só me irritou no comecinho do livro quando ela pensou que tinha sido o Craft que sequestou o ex-namorado-sequela dela e com isso magoou o nosso Rei Domovoi! rsrs… Isso é pouquíssima irritação com a protagonista para os meus padrões! rsrs… #CHOCADASEMCRISTO

O segundo volume da série Lilac chamará Silver, e ainda não tem previsão de lançamento! Estou me ruendo de curiosidade, quero a sequência agora! Oi?! #TODASESPERA

E aí meninash, já leram? Comentem! Beijos e até a próxima Obsessão!

Anúncios

9 Respostas to “Lilac (Série Lilac #01) – Deise C. Müller”

  1. Dayana Lopes outubro 26, 2012 às 2:27 am #

    kkkkkkkk cara não sou fã do Craft-o-tarado-das-calcinhas não! Na primeira vez que li eu adorava o Delion e não dei importância para o Dunstan porque estava meio que traumatizada com triângulos amorosos e a terceira ponto sempre me deixava deprimida… mas agora, seu comportamento taciturno me seduz!
    Adoro Lilac e estou pensando seriamente em ir até Vila Velha ter uma conversinha com a dona Deise sobre esse final cruel.

    Ela é nossa Ditadora Suprema no grupo, mas precisa ser cruel o tempo todo?

    • Yasmin Dorneles outubro 26, 2012 às 12:17 pm #

      Eu nem enxerguei o Dunstan como uma ponta de um possível triângulo, já que a Meg não demonstrou nenhum interesse real nele, a cena do club foi específica, qlr mulher sentiria um arrepiozinho naquela situação, ainda mais com um homem delícia daquele… Já o Delion, tenho uma suspeita que ele ficará msm com a prima da Meg… rsrs… e eu adoro as cenas com ele… rsrs…

  2. Bianca Benitez outubro 26, 2012 às 4:21 pm #

    Sou mega fã do livro,adoro a Deise Muller ela é uma super fofa e uma puta escritora,eu me surpreendi com a narrativa,que te cativa e te prende pelo enredo completo,emocionante,fascinante e bem sensual…. o Craft é tudo de bom e o livro te conquista!!!

    adorei a resenha!!!

    bjsss

    Bianca

    http://www.apaixonadasporlivros.com.br

  3. Deise Müller outubro 27, 2012 às 11:09 am #

    Ahhhhhhhhhh que lindooooo resenha de Lilac feita pela minha Kitten cara-de-pau-catadora-de-personagem-alheio!!!!!! Amo mais q demais!!!

    Adorei a resenha YA! Derramou os feijões de Lilac mas guardou o melhor para quem for ler, gosti gosti MUITO!

    Quanto ao final, acho q eu e o escritor de Avenida Brasil temos uma quedinha pela cena congelada e o OI OI OI hehehehe mas prometo que no final de Silver vcs não vão ficar querendo me matar ( até pq estou subornando as duas com personagens próprios e homens feitos sob medida, ALGUM crédito eu tenho q ter com isso!!!)

    É tão diferente comentar em resenha de amiga rs gostei desse negócio.

    kkkkkkk “ex-esposa-vadia” a YA tira da minha boca essas coisas, só pode! ” Rei Fergus-delícia-pego-fácil” OLHA ISSO GABI! DEIXA NÃO Q ELA É LADRA DE PERSONAGEM!!!!

    Dona Dayana, quase fiz xixi com isso “Craft-o-tarado-das-calcinhas ” uhhauahuhuauh tadinhooooo ele estava na seca há 9 anos!!! Claro q ele iria querer guardar uma recordação rsrs foi um momento épico aquele no banheiro!

    YA, amei a resenha, amei os trechos q vc escolheu, amei tudo, obrigada pelo carinho e pela força amiga. Obrigada pelos coments Kittens!

    Um SUPER beijo para todas as Obsessivas Compulsivas por literatura, que vcs fiquem cada vez piores rs pq essa é uma doença da qual todo mundo devia sofrer ^^

    Amo “oceis”!

    • Yasmin Dorneles outubro 27, 2012 às 1:06 pm #

      kkkkkkkkkkkk… Adoro suborno Deise! ^^

      Obrigada! bjs!

      • J. Oliver (@Titastifler) outubro 27, 2012 às 1:19 pm #

        Eiiiiiiiiiiiiiii fiquei mal agr Kamisamá tb quero um persona pra mim (bubu) eu chorooooooooo td ves q a coisinha ai emcima posta um spoiler super maldoso e eu nao sei pq nao tenho o livro BUAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA vcs sao más mais eu as amo profundamente adorie a resenha e nao tem como nao rir das cenas né YAYA coisa linda vc é D++++++++ viu tem futuro com a escrita aplique nisso ^^ tem potencial quem sb nao vira concorrente da tia deise hein com resenhas assim ^^.
        quero quero quero mt ler ownnnn sem mais palavras beijos a tds OC fui !

      • Yasmin Dorneles outubro 27, 2012 às 1:54 pm #

        kkkkkkkkkk… thanks!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Sorteio de Lilac Autografado + 2 Marcadores « Obsessão Compulsiva - outubro 26, 2012

    […] Confiram a resenha de Lilac AQUI! […]

  2. Feliz Dia Nacional do livro, Compulsivas! « Obsessão Compulsiva - outubro 29, 2012

    […] Leia também a resenha de “Lilac” feita pela Yasmin, clicando aqui. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: