“No Limiar da Escuridão” de Scott Westerfeld – Resenha The Midnighters #2

3 dez

Resenha feita pela leitora Angelita.

Editora: iD

Jess finalmente conseguiu organizar suas coisas após a mudança para Bixby, e, aparentemente, a ameaça dos darklings está sobre controle.

Entretanto, algo parece estar fora do lugar: enquanto os cinco Midnighters procuram por pistas que revelem a origem de seus poderes e a existência de outros como eles, uma grande emboscada está sendo armada contra o grupo – e, desta vez, não há apenas criaturas rastejantes a temer.

A leitura deste Segundo livro da trilogia foi muito melhor do que o primeiro volume, já que o ultimo apresentou mais a introdução da historia e este já mostra mais explicações de perguntas que ficaram em aberto na obra anterior.

Comecei a leitura com o pé atrás, já que verifiquei as notas geral pelos leitores no Skoob e a maioria foi negativa, mas continuei com a leitura, por que gosto de ter minha percepção da experiência no mundo imaginário. E confesso que foi uma surpresa, pois o livro se desenvolveu de forma satisfatória.

Primeiramente, que neste volume deixa claro que não há uma protagonista, mas sim, um grupo de jovens de 15 e 16 anos, que possuem talentos sobrenaturais, que estão lutando juntos, pela sobrevivência deles e da humanidade, contra monstros que surgem em um momento em que o mundo está congelado para os outros seres humanos a “Hora Secreta”.

Gostei bastante da dinâmica, ainda mais que o desenvolvimento está em torno de todos os cinco Midnighters e não de forma mais precisa, na perspectiva da suposta protagonista, como deixou a entender no primeiro livro.

Jéssica tem 15 anos, mora com os pais e a irmã. Vive um drama familiar, o que é comum em nosso contexto social. Entretanto, ao se mudar para Bixby, uma cidade pequena situada em Oklahoma, percebe que coisas estranhas acontecem com ela em determinado momento das “24h” do dia. E é nessa trama que ela e os outros companheiros se unem em busca de melhor compreensão do que está acontecendo.

Dess, com um talento incrível para a matemática; Melissa, com a capacidade de telepatia; Rex um vidente e Jonathan o acrobata. Todos esses talentos, juntamente com o de Jessica a portadora da chama, se envolvem em uma dinâmica, na qual, precisam entender as circunstancias em que estão vivendo, assim como viver suas vidas, com seus conflitos familiares e como alunos do ensino médio, apresentando com suas dificuldades em se manterem em um grupo coeso.

Essa historia é muito boa, por ser uma mistura de ficção com realidade, pois que adolescente não tem problemas em se relacionar com outros que não sentem afinidade? Não sei o que as pessoas esperam de um livro Teen, mas confesso que geralmente fico pronta para muito chororô e dramas infantis, o que faz parte da vida de cada pessoa ao passar por essa fase da vida.

Bem, neste livro eles ainda não conseguem construir a confiança entre eles, muito menos se tornam um grupo funcional. Mas, quando precisam se ajudar para alcançar um objetivo comum, que é obter conhecimento, entender o desejo do inimigo e defender um ao outro, assim como evitar que o mundo sobrenatural venha a tona para a realidade dos seres humanos, eles se tornam um grupo conexo e levam em consideração o papel e a importância de cada um.

Não consegui ter todas as respostas que acabei formulando no primeiro volume, mas o autor está caminhando para o fechamento, de repente ele não consiga dar conta de tudo, se ele der ao menos as partes principais, já esta de bom tamanho, afinal, ele surgiu com uma ideia inovadora e esta elaborando todo um contexto que foge dos clichês que estamos acostumados, tais como: a guria que é feia e passa despercebida até certo momento e de repente tem um monte de rapaz que acha ela linda, todos querem ela; o triangulo amoroso; o drama da imaturidade quanto ao relacionamento intimo; sai da abordagem vampirica, entre essas e outras, acredito que já está valendo.

Classifiquei em cinco estrelinhas, pois na minha percepção a ousadia do autor foi descrita de forma positiva. Claro que não posso deixar de comentar, que há partes que você fica confusa no desenvolvimento da historia, mas como é ebook e sou leiga no inglês, não sei se a escrita é do autor ou se foi a tradução que deixou passar algo, o que é normal.

Bem, por hoje é isso!!!!

Leia a resenha do primeiro volume “A Hora Secreta”.

Anúncios

3 Respostas to ““No Limiar da Escuridão” de Scott Westerfeld – Resenha The Midnighters #2”

  1. Lucas dezembro 3, 2012 às 8:35 pm #

    Eu seria HIPÓCRITA de dizer que eu leria esse livro. Achei Midnighters UÓ mesmo, e não quero nem ver o que vai dar a série de Tv -.- Eu descrevo a ousadia dele como maluquisse. Pra mim não soou muito legal o enredo.
    Beijos, DescobrindoLivros

  2. Angelita dezembro 4, 2012 às 9:56 pm #

    Lucas, essa é a resenha do segundo livro, até chegar no ultimo, dá a entender que será uma história muito boa!!!! Mas, quando faço uma resenha, levo em consideração a leitura do livro atual, só posso julgar toda a obra após ter lido as seguintes certo? por isso essa resenha ainda saiu de forma bem positiva, aguarde a próxima, acredito que tenha conteudo que vai ao encontro do que vc cita acima.

    Beijo

Trackbacks/Pingbacks

  1. “A Hora Secreta” de Scott Westerfeld – Resenha Série The Midnighters #1 « Obsessão Compulsiva - dezembro 3, 2012

    […] “No Limiar da Escuridão” – Segundo volume da série […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: