Dois Pesos, Duas Medidas – Judith McNaught

29 jan

Dois Pesos, Duas Medidas – Jogo Duplo – Judith McNaughtEditora: Bertrand Brasil

Sinopse: Nick, o bonito e inteligente presidente da Global Industries, conduz seus negócios do mesmo modo que trata suas mulheres: com charme, ousadia e pulso firme. Ao contratar Lauren Danner, ele, que sempre esteve no controle das situações e conseguiu todas as mulheres que desejou, vê-se perdidamente apaixonado por sua nova e difícil funcionária. O que Nick não imagina é que Lauren esconde um segredo, que, se vier à tona, transformará sua vida para sempre. Presa nessa teia de falsidades, Lauren luta para não perder Nick, homem por quem ela está apaixonada, e que lhe prometeu uma vida de amor e devoção.

Este é o primeiro livro de Judith que li, e gostei muito da autora, ela escreve bem, de forma objetiva e dinâmica, o que me permitiu lê-lo numa sentada. Fui completamente envolvida pela trama chefe-secretária.

Lauren, uma pianista formada e disposta a abrir mão da música, vem à Detroit pois necessita de um emprego com bom salário, para ajudar financeiramente o pai e quitar as dívidas no hospital. O próprio pai conseguiu a ela uma entrevista com um parente distante, que é também um rival de Nick nos negócios. Entre a cruz e a espada, ela aceita a proposta do mesmo, e infiltra-se na Global (empresa de Nick), mas, a ética se sobressai e ela opta por não fazer o que lhe foi proposto.

Lauren se encanta por Nick no momento que o conhece, e ele não ficou indiferente à sua beleza, inteligência e bom humor, quando ela decidiu fazê-lo nota-la como mulher.

“— Que me acontece se esta sandália se encaixar?

— Eu o transformo num belo sapo — ela disse, irônica.”

Nick é um homem inteligente, bem sucedido, lindo, 1,80m de altura, um sedutor que não costuma ser rejeitado, e se vê perdido e confuso com os sentimentos que Lauren o provoca.

Após se deixar seduzir a ponto de se entregar a ele (e perder sua virgindade), ela descobre o quão inescrupuloso, canalha, safado, e libertino ele é, e ela chora copiosamente pela própria idiotice. Lauren não se permite intimidar por ele, e deixa a doce e ingênua moça do interior de lado, pra se tornar a “pugilista” – tornou-se minha heroína rsrs – nos combates entre eles no dia-a-dia do escritório…

“— Lauren — disse Nick numa voz de advertência —, quero que você me conheça. Também sei que está furiosa comigo por iniciá-la sexualmente, e depois…

— Ah, mas não estou! — ela protestou com enganosa doçura. — Não trocaria aquela noite por nada no mundo. — Recuando um passo cauteloso, acrescentou com leviandade: — Na verdade, já decidi que, quando eu tiver uma filha e ela tiver a minha idade, eu darei um telefonema a você. Se ainda estiver “ativo”, gostaria que a iniciasse…”

É muito divertido vê-los se confrontando, ela lutando pra manter o seu orgulho ferido escondido, e se impor diante de Nick, determinada a não ceder-lhe às investidas, e ele cada dia mais atraído pela boca inteligente dela, que não se entrega facilmente ao seu jogo de sedução, e acaba fazendo-o cada dia mais interessado, excitado, e apaixonado – pela 1ª vez na vida – por ela.

“— Porque fui fulminado por uma linda garota de vinte e três anos, e parece que não consigo tirá-la da cabeça.

— Isso é péssimo — concordou ela, tentando, sem sucesso, ocultar a alegria na voz.

— Não é — ele gracejou. — É como um espinho no dedo, uma bolha no calcanhar. Tem os olhos de anjo, um corpo que me faz delirar, o vocabulário de uma professora de inglês e uma língua que parece um bisturi.”

O final do livro é emocionante, meus sentimentos vacilaram entre raiva, compaixão, dor, e finalmente amor. Nick e Lauren, são personagens deliciosos, divertidos, arrebatadores e muito envolventes… e Judith MacNaught, conseguiu, em sua trama, com seu jogo de palavras, me seduzir.

“Pela segunda vez na vida, Nick tentava subornar uma mulher para fazê-la voltar. Lágrimas de ternura encheram os olhos de Lauren e um afeto imenso transpassou-lhe o coração.

A voz dele saiu rouca e embargada, como se as palavras lhe fossem arrancadas:

— Por favor — sussurrou. — Por favor… — Puxou-a para os braços, esmagou-a contra seu magro e forte corpo e enterrou o rosto nos cabelos dela. — Ah, por favor, querida…

As defesas de Lauren desmoronaram por completo.

— Eu te amo! — ela disse, com a voz entrecortada, enlaçou os braços com força no pescoço dele, deslizou as mãos pelos músculos retesados dos ombros e afagou os volumosos cabelos escuros.”

Gostaria de agradecer a Yasmin pela oportunidade e espaço cedidos, espero estar à altura deste blog e me divertir com vocês. Para os próximos posts, teremos um especial de Judith McNaught, com resenhas dos livros da Série Segundas Oportunidades. Espero que se deliciem com a autora, assim como eu. Até a próxima.

“Você lê e sofre. Você lê e ri. Você lê e engasga. Você lê e tem arrepios. Você lê, e sua vida vai se misturando no que está sendo lido.” (Caio Fernando Abreu)

Anúncios

13 Respostas to “Dois Pesos, Duas Medidas – Judith McNaught”

  1. Lia Christo (@liachristo) janeiro 29, 2013 às 6:33 pm #

    Nossa, adorei sua resenha e já fiquei aqui doidinha pelo livro. Vlw muito pela dica…
    Mais um para a lista dos desejados que nunca termina… kkkkkkk

  2. Fernanda Albuquerque janeiro 29, 2013 às 6:51 pm #

    Muito boa sua resenha! Parabéns! Mais um para minha lista!!

  3. Gabi janeiro 29, 2013 às 9:06 pm #

    Bem-vindaa!! 🙂
    Adorei a resenha!

  4. Brubs janeiro 29, 2013 às 9:46 pm #

    Eu odeio romances, mas depois dessa resenha fiquei curiosa hahaha
    Esta na minha lista já.

  5. Brenda janeiro 29, 2013 às 10:27 pm #

    O livro é bem florzinha,mas é lindo.Os livros da Judith sao im maximo,sao otimos de ler;super agradaveis. A serie segunda oportunidades eu li: Paradise,Perfect e Every breath you take-esse é o meu favorito,mesmo a historia nao sendo aquela historia;amei o livro por causa do Mitchell Wyatt-adoroooooo- e por que foi o 1 livro que eu li dela.
    Paradise é lindo tambem:Adorei o Matt Farell e a Meredith;casal fofo demais.
    Enfim;todos os livros dela sao incriveis,a serie Westmoreland-King of dreams-muito booooom mesmo,Once and Always;Someone watch over me. Eu indico todos e o os outros tambem.
    Gente ela lançou um livro recentemente da serie Wstmoreland contemporaneo,so que nao consigo achar muito coisa sobre o livro por que o nome do livro foi trocado:Can’t take my eyes off you para Someone Like you,mas tenho dúvidas.
    Beijos
    Adorei o post

  6. Viviane janeiro 30, 2013 às 6:18 am #

    Primeiramente, obrigada meninas sobre os comentários, é sem dúvida motivador.
    Os livros que li de Judith, mostram sim romances ‘água com açucar’, mas, não são melosos, enfadonhos, ao contrário, ela aborda conflitos e os desenvolve com maestria, seus personagens são bem construidos e ela amarra toda a trama, não fica um ‘fio solto’ no final dos livros.
    Brenda, vou anotar suas dicas p/ as minhas próximas leituras de Judith, eu amei esta autora, e estou crente que não me decepcionarei lendo-a.
    Bjoss à todas

    • Brenda janeiro 30, 2013 às 11:18 am #

      Pode ter certeza que voce vai adorar os livros da Judith,e concordo com o que voce disse sobre os livros dela.
      Beijos

      • Viviane janeiro 30, 2013 às 11:36 am #

        😉 bjos Brenda, obg

  7. Daniela janeiro 30, 2013 às 7:57 am #

    Adorei a resenha… Como eu adoros livros assim…. Fiquei com vontade de ler… o livro tem continuação??? obrigadaa.. bjosss

    • Viviane janeiro 30, 2013 às 11:38 am #

      Leia Daniela, vc vai se emocionar e se divertir bastante tb… e pelo que pesquisei, não há continuação deste livro… alguém me corrija se eu estiver enganada. Bjs

  8. Angelita janeiro 30, 2013 às 9:53 am #

    Gostei muito da dinamica em que do “morde e assopra” que a Judith usou com esses personagens cativantes… é um livro gostoso e divertido. No final Viviane, como você mesma disse, ficaste dividina entre alguns sentimentos, no meu caso, fiquei com muita raiva hahahahaha… mas foi um bom livro. Gostei da resenha, em especial das partes que tu resgatou do livro e nos faz relembrar como foi divertido ler esses personagens!

    Parabéns!!!!

    e bem vinda, esse blog é tudo de bom né?

    • Viviane janeiro 30, 2013 às 11:42 am #

      É realmente um livro gostoso e divertido de ler como vc disse… obrigada, e vc está ainda mais certo sobre o blog ser tudo de bom, sou fã também. Bjosss pra ti

  9. Fabiana Brasil janeiro 30, 2013 às 1:35 pm #

    Eu adoro essa autora,li todos os livros que foram traduzidos! Bem romântico e leve. Uma verdadeira livro-terapia! Bjussssss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: