Em Busca do Paraíso (Série Segundas Oportunidades #01) – Judith McNaught

5 fev

em busca do paraísoEditora: Best Seller

Sinopse: O livro acompanha a vida da rica e insegura Meredith Bancroft dos namoricos de adolescência às paixões da idade adulta. Abandonada pela mãe em pequena e criada pelo pai milionário e possessivo, Meredith cresceu solitária e frágil. Na escola, tem apenas uma amiga, Lisa, exuberante filha de imigrantes italianos. Vindas de famílias diferentes e donas de temperamentos opostos, as duas garotas se tornam inseparáveis. A amizade iniciada no colégio estende-se por toda a vida. Quando Meredith se apaixona por Matt Farrell, um homem atraente mas pobre, conta apenas com o apoio de Lisa. Meredith casa-se com Matt, mas uma rede de intrigas criada por seu próprio pai acaba por separá-los. Amargurada, ela tenta esquecer o fracasso aproximando-se de um namorado de infância e assumindo a direção da loja de departamentos da família. Mas a vida dá muitas voltas e grandes surpresas-traições, amores, mentiras e revelações- vão agitar o coração das duas amigas e mudar seu destino!

Philip (o pai) após um casamento conturbado com Caroline (a mãe), em que a infidelidade foi o grande motivo da separação, se dedicou a fazer de Meredith (a filha) um modelo exemplar do que deveria ser uma verdadeira Bancroft. Durante toda sua vida Meredith fora subjugada, e sempre cedia às vontades do pai, que a sufocava com sua proteção doentia. A submissão e resignação por parte de Meredith, foi algo enervante e difícil de ‘engolir’, acredito que ela assim agia devido sua baixa auto-estima, e me fez esperar ansiosamente pelo momento em que ela assumiria as rédeas de sua vida, e a conduzisse por si mesma, seguindo seu coração e desejos.

A vida de Meredith mudou no dia em que conheceu Matt Farrel. O fascinante Matt, de cerca de 1,85 m, moreno, másculo, cabelos pretos, ombros largos, olhos claros, exalava força bruta e intensa virilidade, e que não se intimidava no meio da elite que o recebeu como um intruso indesejável, especialmente Philip. Meredith então se rebelou diante do desprezo que todos sentiam por Matt, simplesmente por ser um pobre trabalhador de uma usina de aço.

Nessa noite em que conhece Matt, Meredith entrega sua virgindade a ele. Com o passar dos dias ela descobre que está grávida, o procura e para sua surpresa, ele assume sua responsabilidade e casa-se com ela, e nestes dias em que ficaram juntos, se entregam um ao outro, e o envolvimento entre eles tornou-se ainda mais profundo.

Philip não aprovara o casamento, e fez de tudo para destruí-lo. Matt foi a Venezuela trabalhar, e durante este período o pai de Meredith supera-se na maldade, interceptando as cartas de ambos, enviando-lhes bilhetes falsos, incitando um contra o outro. Após Meredith perder o bebê, ela e Matt se separam, por intervenção de Philip (incansáveis vezes eu o quis matar).

“Você não me conhece. Pensa que é duro, Farrell, mas ainda não sabe o que significa dureza. Não me deterei diante de nada para livrar minha filha de você”.

Após 11 anos, Matt e Meredith voltam a se encontrar. Meredith se torna uma executiva de sucesso, e Matt deixou de ser um operário, pra se tornar um dos homens mais ricos dos EUA, e sua volta a Chicago traz a tona o passado na vida do casal. Durante anos eles cultivaram a raiva, o rancor, a mágoa, a desilusão, e o encontro entre eles afloram todos esses sentimentos ruins.

Após descobrirem que o divórcio não ocorreu, pois o advogado de subúrbio contratado por Philip (para que o caso não se tornasse público) era um charlatão, Matt e Meredith passam a se encontrar, pois ela quer o divórcio pra se casar com um amor da infância. Tudo muda quando ambos descobrem todas as armações de Philip para separa-los.

Um dos momentos mais lindos do livro é quando ambos se encontram na antiga casa de Matt na fazenda, e Meredith lhe conta toda a verdade que havia acabado de descobrir, e uma onda de agonia, ternura, dor, sentimentos que agora eram compartilhados e compreendidos. Envolvidos por esse turbilhão de emoções, deixam-se levar pela paixão, pelo desejo, e se entregam um ao outro.

“Matt… nosso bebé era uma menina.

– Meu Deus! – ele gemeu, abraçando-a. – Meu Deus!

– Chamei-a de Elizabeth, em homenagem a sua mãe – ela contou, apertando o rosto molhado contra o peito musculoso”

Meredith não desistira do divorcio após o final de semana na cabana, não queria admitir os sentimentos que voltaram à tona com ainda mais força. Matt “aceita” ceder-lhe o divórcio mediante uma concessão, um acordo, que dará a ele o tempo que precisa, para reconquista-la. Ele que dar a ela o paraíso e todo seu amor.

Não posso deixar de comentar sobre Joe O’Hara, um personagem cativante, amigo fiel de Matt, também seu segurança e motorista particular, melhor dizendo, um motorista lunático, que dirige nas ruas de Chicago como se estivesse numa corrida, seguido de palavrões e gestos obscenos por parte dos outros motoristas, e é com Joe que o leitor dará boas risadas.

Esse romance é imperdível, os personagens são cativantes, e o leitor se vê completamente envolvido com Matt e Meredith. Judith trata com maestria os ensinamentos contidos nas entrelinhas sobre perdão, recomeço, companheirismo, confiança, fazendo com que os personagens pareçam reais.

“Depois da festa, na cama com ele, ela adorara muito mais desempenhar o papel de esposa e amante. Fazer amor com Matt tornara-se muito mais esplendoroso, sob o efeito da confiança e do entendimento entre os dois.”

Eu terminei o livro suspirando, desejando que ele não acabasse e já contanto os dias pra relê-lo.

“O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforma no melhor que podemos ser” Mario Quintana

Anúncios

7 Respostas to “Em Busca do Paraíso (Série Segundas Oportunidades #01) – Judith McNaught”

  1. Thatyane Quirino fevereiro 5, 2013 às 11:09 am #

    Essa escritora arrasa né?! Amo tbm as Séries Sequels e Dinastia Westmoreland.

    • Viviane Puga fevereiro 5, 2013 às 12:39 pm #

      ela arrasa mesmo Thatyane… a Série Segundas Oportunidades é a 1ª q leio dela, e já marqueis suas dicas p/as próximas… fiquei encantada c/Judith 😉

  2. ingrid fevereiro 5, 2013 às 12:43 pm #

    Amém ele,muito gostoso de ler,vc se envolve. Nunca tinha. lido nada dela e agora tá no top.

  3. Brenda fevereiro 5, 2013 às 4:41 pm #

    Gente eu tambem amei o livro é tao lindo.
    Confesso que fiquei chateada com a Meredith,mas depois relevei. A Judith cria as suas mocinhas e mocinhos de uma forma que voce nao consegue nao gostar deles.
    O Matt e a Meredith sao lindos juntos,o Matt exala amor e paixao com a Meredith e é tao lindo ele mostrando isso.
    A Judith é demais. Amei a resenha.
    Tem o Livro dela: Alguem que cuide de mim, que tem o Joe e as cenas dele tambem sao muito engraçadas

  4. Priscila fevereiro 5, 2013 às 7:48 pm #

    Esse é um dos meus livros preferidos na vida…já o reli umas dez vezes. Esse amor que ressurge e os personagens (principalmente Matt) são arrebatadores! Imperdível!

  5. Yasmin Dorneles fevereiro 6, 2013 às 12:18 am #

    Esse eu li… gostei, mas o drama me deixou um pouco deprimida! kkkkkkk… Mas tem época que curto livros assim, mas os meus preferidos da Judith são os de época! rsrs… bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: