Tudo Por Amor (Série Segundas Oportunidades #02) – Judith McNaught

12 fev

Tudo por amorSinopse: Julie é uma menina que perdeu os pais e vivia num orfanato até que uma família decide adotá-la. Porém ela acredita que não merece, por ser essa uma família de moldes perfeitos, coisa que Julie não acreditava ser. Por isso, durante toda sua vida se esforçou ao máximo para ser perfeita e se encaixar entre eles. Zack nasceu entre os privilegiados, porém num momento de sua vida, sua avó decide expulsá-lo de casa e se esquecer que ele existe. Ele porém, consegue seguir adiante como ator e diretor de Hollywood, mas a morte de sua mulher em um estranho acidente durante a rodagem de um filme, o torna um presidiário. Zack decide fugir para tentar provar sua inocência e no meio do caminho ele cruza com a doce Julie, tão diferente das falsas atrizes com as quais estava acostumado.

Sinceramente, me envolvi tanto com Matt e Meredith em “Em Busca do Paraíso”, que não esperava por emoções ainda mais fortes nos livros seguintes desta série. Judith já é sem dúvida uma das minhas autoras favoritas, seus romances “água com açúcar” nada tem de melosos, enfadonhos, tediosos, pelo contrário, são repletos de personagens fortes, com conflitos tão reais que poderiam ser os nossos, ou de nossos amigos, com ensinamentos válidos pra vida toda.

Julie tinha onze anos quando foi adotada pela família Mathison, ela já não esperava que sairia do orfanato um dia, e agarrou essa oportunidade como se fosse a única de sua vida. A regra rígida dos Mathison é: honestidade. Julie era doce e inteligente, mas sua baixa auto-estima a fazia crer que não era merecedora de nada, no entanto, esforçou-se todos os dias pra se tornar a filha perfeita, e ser motivo de orgulho aos Mathison. Julie é uma verdadeira lição de vida.

Zack era afortunado financeiramente, mas, vivia numa família conturbada, desestruturada psicologicamente, e ao ser expulso de sua casa sem nada pela avó, seguiu sozinho seu caminho, deixando tudo no passado, e conquistando um lugar de prestígio no mundo do cinema, como ator e diretor de sucesso.

Durante um filme em que Zack dirigia, um acidente causou a morte de sua esposa, e ele foi condenado culpado pelo crime, e detido durante cinco anos. Seu único e verdadeiro amigo, que permaneceu ao seu lado sempre é Matt Farrel. Condenado injustamente, Zack decidi fugir da cadeia, e viver foragido se preciso for, só pra não passar o resto de sua vida privado de liberdade.

A fuga de Zack não sai como o planejado, e ele acaba por “sequestrar” Julie pra seguir com seus planos. Julie faz inúmeras tentativas de se livrar de Zack, mas o mesmo a impede, já que isto colocaria seus planos em risco, mesmo não gostando da ideia de envolvê-la. Confinados em uma montanha, numa casa que é de Matt, vivendo no limite da emoção, longe de tudo e todos, eles acabam vivendo uma tórrida paixão e Julie acredita na inocência de Zack, e o estimula a provar sua inocência.

Um dos momentos mais emocionantes durante o período em que estavam na montanha, foi quando Julie tentou fugir, e Zack supondo que ela havia caído no arroio, deixou-se cair na água congelante para procura-la, o desespero em seu rosto e voz, toda vez que gritava por ela. Crente que a havia perdido, saiu da água e ali ficou, parado pra morrer de frio, desolado por sua perda. E nesse momento Julie soube, fora de toda dúvida, que ele era inocente, e ela então o salva.

“— Por favor, me ajude! — Julie orou —  Não sei o que fazer.

— Não sei por que você nos juntou. Não compreendo por que me faz sentir desta maneira com respeito a ele, nem por que quer que fique a seu lado, mas de algum jeito acredito que é tudo obra Sua… Por favor, cuide de nós dois!”

Zack a manda de volta pra casa dias depois, ciente de sua paixão por ela, e certo de que precisa se afastar pra seguir com sua fuga. Dizer adeus, crente de que não se veriam mais, foi doloroso demais para ambos, mas, necessário. Já de volta em casa, Julie deu uma entrevista coletiva que mexeu com a emoção de todos, especialmente Meredith, que passa a ser sua aliada a partir de então.

Após receber uma carta de Zack (que arrancou lágrimas de Julie e Meredith), entregue em mãos por Matt e Meredith, Julie decidi se juntar a ele, e conta com Matt pra que o avise de sua decisão, mesmo tendo ‘mentido’ sobre o fato de estar grávida, pois seria a única maneira de Zack concordar com a loucura que Julie se propôs a fazer, pelo amor que sentiam um pelo outro.

Amo você, Julie . Deus, amo tanto!

Renunciaria a minha vida inteira só para ter um ano com você. Seis meses. Três. O que fosse.”

Este livro trata-se de um dramalhão, deixando as emoções à flor da pele, principalmente pelos personagens centrais, que são densos, e extremamente cativantes, que os deixarão atordoados pelas inúmeras sensações que sentirá ao ler este livro. E é justamente essa confusão de sentimentos, provocados por inúmeros fatos, que Julie acaba por participar da emboscada feita para capturar Zack.

Será difícil conter as lágrimas mediante toda a dor de Zack, que sente-se traído e alimenta os piores sentimentos por Julie, que em contrapartida, sobrevivi aos dias que se seguem, tomada pela angústia e coração dilacerado. É difícil manter a compostura até o final do livro após essa tragédia, mas, ver a redenção, o amor deles se sobressair, e eles se permitirem uma nova oportunidade, vale ter andado nessa montanha russa de sensações que foi este livro, foi difícil morar dentro de mim durante esta leitura, a intensidade dos personagens era quase palpável, e seus sentimentos se misturavam aos meus.

“— Não posso acreditar que esteja aqui — sussurrou em voz alta— . Faz umas horas tudo parecia tão…

— Vazio? — propôs ele nessa voz profunda que tanto tinha desejado voltar a ouvir— . E sem sentido? — adicionou Zack, aproximando-se.

Julie assentiu.

– E sem esperanças. Zack, tenho tanto que te explicar, se me permitir! Mas eu… – interrompeu-se quando ele segurou seus braços. Entçao lhe acariciou a dace com dedos trêmulos. – Oh, Deus! Senti saudades, tanto!”

Os outros personagens também são encantadores, Katherine sua amiga fiel, os irmãos Ted e Carl, o Sr. e Sra. Mathisson, Paul o detetive do FBI que se apaixona por Julie, as vizinhas fofoqueiras rsrs, Dominic a amizade verdadeira que Zack encontrou no presídio… enfim, acredito que Judith consegue dar vida, supostamente, até ao mais apático personagem. Sem contar à sacanagem que o pai de Julie fez com Zack no final do livro, ou como ele mesmo disse “sacrifícios”, esse pastor quase levou Zack à loucura, literalmente kkk.

Teria muito, muito mais à contar, o livro é intenso do início ao fim, detalhista na medida certa, com dezenas de fatos que são necessários pra arrematar esta deliciosa história de amor de Zack e Julie. Os “homens” de Judith são surreais, e é o amor que os transforma, que os faz correr pelo certo, querer ser melhores, e é isso que o amor deve fazer na vida das pessoas. Li uma frase não me lembro onde, que dizia mais ou menos assim: O amor representa a sensação do sorriso, antes mesmo de você sorrir.

Anúncios

4 Respostas to “Tudo Por Amor (Série Segundas Oportunidades #02) – Judith McNaught”

  1. Brenda fevereiro 12, 2013 às 2:52 pm #

    Adorei a resenha,o livro é muito lindo mesmo.

  2. Fabiana fevereiro 13, 2013 às 2:00 pm #

    Eu quero comprar esse livro!!!!! Preciso ler, sou fã dessa autora, sabem onde posso conseguir um exemplar para venda? Parabéns pela resenha! Bjussss

    • Viviane Puga fevereiro 15, 2013 às 9:35 am #

      obg Fabiana… vc já tentou ver no Skoob se há disponível p/troca? eu li a versão digital, disponível num grupo de apaixonadas por Judith rss. 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: