On Dublin Street (Livro #01) – Samantha Young

7 mar

on dublin street - cover

Classificação: 3.5 Estrelas

Sinopse: Quatro anos atrás, Jocelyn Butler deixou para trás seu trágico passado nos Estados Unidos e começou do zero em Edimburgo. Enterrar a dor, ignorando seus demônios, e avançando sem quaisquer conexões reais tem funcionado bem para ela até agora, mas quando Joss se muda para um novo apartamento fantástico em Dublin Street, seu mundo bem guardado é abalado ao seu núcleo pelo sexy irmão mais velho da sua nova colega de quarto. Braden Carmichael é um homem que sempre consegue o que quer. E o que ele quer é Jocelyn em sua cama. Sabendo como Joss é arredia ao se tratar de se envolver em qualquer tipo de relacionamento, Braden propõe um acordo sexual, que deve satisfazer a intensa atração entre eles, sem o desenvolvimento de qualquer coisa a “mais”. Uma intrigada Jocelyn concorda, completamente despreparada para o escocês e sua determinação obstinada para desnudá-la… Até sua própria alma.

Logo de cara eu vou falar, eu tirei 1.5 estrelas porque odiei a protagonista, o livro fica amarrado em certas partes já que o enredo é centrado na Joss e seus traumas não superados e seu relacionamento não assumido com Braden. Ok, a coisa não é tão ruim, eu sou implicante vocês já me conhecem… rsrs…

Joss é uma mulher com alguns traumas sérios, ela perdeu a família de maneira trágica e ficou sozinha no mundo, depois disso acaba criando uma grande aversão a qualquer relacionamento, seja uma amizade ou romântico, que envolva seus sentimentos ou conhecer realmente a pessoa.

Algo muito interessante no livro são as sessões entre Jocelyn e sua psicóloga, nelas percebemos o nível do transtorno da protagonista, a negação e a dificuldade em superar o passado… Ela tem graves crises de pânico que voltam a acontecer depois que ela passa a se relacionar com Braden e sua irmã, Ellie. É ao mesmo tempo interessante de um ponto de vista psicológico e insuportável para mim como leitora, porque simplesmente eu tive vontade de bater na protagonista em vários momentos… Me irritou muito a demora dela em superar tudo… Aliás, vamos deixar claro, personagens traumatizados não fazem meu estilo, eu não gosto, não me identifico com eles, simples assim.

“- Depois que morreram, você começou a ter ataques de pânico. Pode me dizer seus sintomas?
Eu disse a ela, e ela balançou a cabeça junto com eles.
– Existe um gatilho? Pelo menos, você está ciente de um?
– Eu não me permito pensar muito. Minha família eu quero dizer. Memórias deles, reais, memórias sólidas não apenas vagas impressões… as memórias desencadeam os ataques.
– Mas eles pararam?
Eu enrolei meu lábio. – Eu fiquei realmente boa em não pensar sobre eles.
Dra. Pritchard levantou uma sobrancelha. – Durante oito anos.
Eu dei de ombros. – Eu posso olhar as fotos, eu posso ter um pensamento sobre eles, mas eu evito cuidadosamente memórias reais de nós juntos.
– Mas seus ataques de pânico começaram de novo?
– Eu baixei a minha guarda. Eu deixei as memórias em um ataque de pânico, primeiro em uma academia e depois no jantar de um amigo da família.”

Braden é simplesmente um homem que toda mulher quer… Direto, decidido, honesto, lindo e obviamente, muito bom de pegada. É ciumento e possessivo, com ela pelo menos! Aliás, ele que toma várias iniciativas ao longo do livro, força a barra com a Jocelyn, obrigando a “idiota” agir e tomar atitudes de “gente”… rsrs… E ao mesmo tempo, ao perceber os problemas e traumas que ela enfrenta, oference grande suporte e compreensão. Eu gostei muito dele!

Bem, o casal principal não fica junto desde o início do livro e eles não assumem amor logo que ficam juntos… Os traumas da Jocelyn são um grande empecilho para o relacionamento dar certo. Claro que no final, devido a um milagre divino, nossa protagonista traumatizada consegue aos poucos superar seu passado, e vai conseguir se deixar envolver com as pessoas a sua volta, mas acreditem, é um longo e árduo caminho até o amor! rsrs…

O livro é um New Adult, existem algumas cenas bem sensuais e gostosas, porém não são tão descritivas quanto as de um livro erótico, mas sinceramente, nem precisa de mais descrição, a imaginação corre solta amigash…

“- Deixe-me reformular. – Ele deu um passo em minha direção fervendo. – Quando se trata de você… Eu não gosto de compartilhar.
Não houve tempo para processar isso. Um minuto eu estava olhando incrédula para ele, e depois o refrigerante estava batendo no chao e minha bunda sobre a mesa quando Braden me pegou. O calor e a força dele tomou conta de mim quando sua grande mão agarrou a parte de trás do meu pescoço e a sua outra mão puxou minha coxa esquerda para cima, permitindo que ele empurrasse entre as minhas pernas e me posicionasse sobre a mesa. Sua boca caiu para baixo na minha e o desejo que meu corpo tinha sentido deste o inicio por ele assumiu o controle de mim. Eu me agarrei a ele, minhas mãos tocando ele inteiro, minhas pernas subindo seus quadris meus lábios entreabertos em uma exalação de alívio que permitiu a entrada da sua língua dentro da minha boca para provocar a minha. O cheiro dele, o gosto de uísque em sua língua, a sensação de suas mãos quentes agarrando-me apertado… tudo me dominou e eu fiz este som gutural que eu não podia controlar.”

A irmã do Braden, Ellie, é uma personagem importante já que faz parte da vida de Jocelyn e assim como seu irmão, acaba conseguindo ultrapassar a armadura dela. Ellie é apaixonada por Adam que é o melhor amigo de Braden e Adam também ama Ellie, existe um certo draminha entre eles, algo bem gostoso de ler ao longo da narrativa, embora se fosse eu, teria sido mais cruel com o Adam, ele merecia! Queria muito pelo menos um conto desse casal!

Bem, eu gostei, apesar da minha irritação e vontade de matar a protagonista, é um livro muito gostoso! Eu indico, e já falei… Estou adorando esse gênero NA.

Já foi confirmado um segundo livro “Down London Road”, não será com Jocelyn e Braden como protagonistas, mas terá personagens já conhecidos por nós em “On Dublin street”, Jo a amiga que trabalhava com a Joss no bar, será a principal nesse volume.

E aí meninas, já leram? Comentem!

Beijos e até a próxima Obsessão!

Anúncios

15 Respostas to “On Dublin Street (Livro #01) – Samantha Young”

  1. Viviane Puga março 7, 2013 às 7:41 am #

    adorei a resenha… e compartilhei contigo os instintos assassinos q a Joss fez florescer em mim kkkk, mas, ainda bem q tem o Braden, e q delicia de homem… será q existem na vida real? eu queria um pra mim rss

  2. Jordana março 7, 2013 às 11:29 am #

    Meninas,
    Estou adorando o blog!! Adoro as resenhas e não perco uma dica!
    Parabéns!!!

  3. Brenda março 7, 2013 às 12:55 pm #

    Ahhh Adorei.
    A Joss é muito fresca mesmo,so o Braden-#QUEROUMDESSEPRAMIM
    pra gostar de mulher indecisa e chatinha.
    Honestamente esse trauma dela foi mais coisa da cabeça dela.
    Gente tem um conto de natal,eu acho,da Joss e do Braden. No site oficial da autora.
    : )

    • Yasmin Dorneles março 7, 2013 às 7:05 pm #

      Tem mesmo, eu já li… rsrs… E sim, a Joss é insuportável… kkkkkkkkk… até que reclamei pouco dela na resenha…

  4. Daniela março 9, 2013 às 11:44 am #

    Adoro a sinceridade nas resenhas, faz agente querer ler ainda mais o livros… tambem nao perco uma dica de vcs… adoroooo o blog.. ja virei mesmo uma OC.. bjocas…

  5. Misia março 10, 2013 às 8:21 am #

    Qual é o nome do livro em Português ?

  6. Jordana março 10, 2013 às 4:43 pm #

    Acabei de ler o livro e adoreeeiii!!! Sim, a Joss é um pé no saco… maasssss, o Braden… ahhhh!!!

    • Misia março 10, 2013 às 4:54 pm #

      Vc leu em pdf ? Teria como me enviar por email ? misiaarai@hotmail.com

      • Yasmin Dorneles março 11, 2013 às 2:03 am #

        Eu não mando livro pra ngm por email… Eu não permito que fiquem pedindo livros aqui, não gosto de links de down no blog nem emails… A minha proposta é resenhar e divulgar livros que gosto, aí geralmente qdo um grupo específico traduz eu digo para indicar onde baixar, no caso os créditos estão assim: Tradução, revisão e lançamento: Cantinho Escuro dos Livros

        Mas eu fiz o down em um grupo no fb, portanto vc vai achar em muitos blogs de down por aí…

  7. ELIANA VITAL março 19, 2013 às 1:20 pm #

    Oi descobri seu blog hoje, muito legal, parabéns. Quanto ao livro é muito bom, realmente dá vontade de dar na cara na Joss. Mas ela tinha suas neuras!!! por falar e uma delas … “acho que era ter acordado nua no meio de dois caras também nus e não LEMBRAR DE NADA!!!!!!” kkkkkkkkkkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: