Archive | Livros Não Publicados RSS feed for this section

Livros Não Publicados #10 – Amos e Masmorras (Parte #01) – Lena Valenti

4 fev

amos1 Sinopse: Cleo Connelly sempre quis ser como sua irmã Leslie. Por isso, quando decidiu trabalhar para a lei, Cleo a seguiu e se esforçou sempre para chegar ao seu nível. Mas só Leslie foi aceita no FBI, enquanto Cleo teve que se conformar em patrulhar sua cidade natal: Nova Orleans. Agora, Leslie desapareceu. O subdiretor do departamento do FBI visitou Cleo para pedir que os ajude e colabore em sua missão resgate, já que necessitam de um perfil parecido ao de sua irmã. A jovem policial, levada pelo medo e desespero, aceitará fazê-lo antes de entender em que tipo de missão estava Leslie envolvida: Um jogo chamado Dragões e masmorras DS? Drogas sintéticas afordisíacas? BDSM? Rede de tráfico de pessoas? BDSM?!! Se antes explicassem que teriam que instrui-la para fazê-la passar por submissa, talvez a resposta fosse outra… Submissa? Ela?! Mas se sua resistência à dor era nula e até as manicures a machucavam! Como se passaria por…? Maldição. É óbvio que sim. Por sua irmã faria qualquer coisa. Um momento… O inspetor disse que seu “master” seria Lion? Lion Romano??!! Vamos voltar atrás!

Eu já falei que sou apaixonada pela saga Vanir da Lena Valenti, é simplesmente uma das minhas séries sobrenaturais favoritas! E quando vi que ela havia escrito um outro romance erótico com tema BDSM eu fiquei muito ansiosa para ler, e de fato, não me decepcionei! O livro é muito bom!

Bem, a história está bem resumida na sinopse, Cleo que sempre quis ser uma agente do FBI como sua irmã foi chamada para participar dessa missão que é desmanchar uma rede de tráfico de pessoas, escravos, que são sequestrados em locais de jogos BDSM. Sua irmã era uma agente infiltrada que desapareceu enquanto o seu parceiro foi assassinado. Continue lendo

Livros Não Publicados #09 – His Fair Assassin Series de Robin LaFevers

14 dez

Robin LaFevers também conhecida como R. L. LaFevers, nome para seus livros infantis, lançou em Abril desse ano o livro Grave Mercy o primeiro volume da série His Fair Assassin que eu estou louca para ler, vi a sinopse, e fiquei muito interessada, confiram!

GraveMercy_final_hresSinopse:  Por que ser uma ovelha, quando você pode ser o lobo? Ismae, dezessete anos,  escapa da brutalidade de um casamento arranjado no santuário do convento de São Mortain, onde as irmãs ainda servem deuses antigos. Lá ela aprende que o deus da Morte abençoou-a com perigosos dons—e um violento destino. Se ela optar por ficar no convento, será treinada como uma assassino e servirá a Morte. Para reclamar sua nova vida, deve destruir a vida de outros. A mais importante atribuição de Ismae leva-a direto para o tribunal superior da Bretanha—onde se encontra terrivelmente sob preparada—não só para os jogos mortais de intriga e traição, mas pelas impossíveis escolhas que deve fazer. Como entregar a vingança da Morte em cima de um alvo que, contra sua vontade, roubou seu coração?

Aff… Fiquei com muuuuuita vontade de ler, estou com preguiça de livros em inglês no momento, até porque tenho uns 30 livros aqui em casa para devorar e depois fazer a resenha. Mas né?! Livros nunca são demais… E essa série promete ser muito boa!

Grave Mercy foi lançado em Abril de 2012. 

A capa e a sinopse de Dark Triumph, segundo volume da série His Fair ssassin, já estão disponíveis.

dark

Sinopse: Sybella chega a porta do convento meia louca de dor e desespero. Aqueles que servem a Morte estão felizes em oferecer refúgio — mas com um preço. Naturalmente hábil nas artes de sedução e morte, o convento vê em Sybella uma arma perigosa.Mas habilidades de assassina são um conforto pequeno quando o convento a leva de volta à vida que quase a deixou louca. A raiva de seu pai e sua brutalidade são assustadores, e o amor de seu irmão é igualmente monstruoso. E enquando Sybella é uma arma de justiça forjada pelo deus da Morte, Ele deve dar também uma razão para ela viver. Quando ela descobre uma inesperada aliada presa nas masmorras, uma filha da Morte encontrará algo diferente de vingança para viver?

Eu sei, podem admitir, vocês querem ler também! Olha eu não sei se essa série já tem os direitos de publicação garantidos aqui no Brasil, mas queria MUITO!

E aí meninash, o que acharan? Comentem!

Beijos e até a próxima Obsessão!                                        

Livros Não Publicados #08 – Masters Of The Shadowlands #05 – Cherise Sinclair

25 out

Oh! Finalmente o livro do Marcus, MEU Mestre lindo e tão afiado! VEM!

Make Me, Sir/ Use-me,  Senhor

Sinopse: Em todo o país, submissos rebeldes de BDSM estão sendo sistematicamente sequestrados, um de cada clube. Quando sua amiga se torna a vitima, a especialista do FBI, Gabrielle se voluntária para ser isca em um clube: o Shadowlands. Ela acha que sendo uma travessa sub naturalmente vem, especialmente quando ela chega a criticar terrivelmente o Mestre conservador dos estagiários. Mas ela logo descobre que ele não é tão sufocante quanto pensou. Ou como queira dizer. Ela esperou castigo, até humilhação, mas certo que nunca esperou se apaixonar por um maldito advogado. Cortesia da ‘prima Donna’ de sua ex-esposa, Marcus abomina submissas desobedientes. Quando o dono do clube insiste que ele admita uma incrivelmente travessa estagiária, ele fica furioso. Mas quando ele vem a conhecer Gabrielle e vê a Doçura atraente embaixo da ousadia, ele começa a apaixonar-se por ela. Infelizmente, Marcus não é o único que acredita que a ruiva irritável seja um prêmio no valor do capturador. E no mundo da escravidão, tal tesouro vale a pena uma taxa robusta.

Esse livro é o melhor da série, na minha opinião, já que a Cherise começou a desenvolver melhor o enredo e acontecimentos entre os protagonistas. É nesse volume que ela dá início a história relacionada ao tráfico de mulheres.

Marcus é um Mestre extremamente rígido com suas submissas, odeia desrespeito e desobediencia. Ele está coordenando as estagiárias desde que o Mestre Cullen assumiu Andrea como sua submissa e adora o trabalho. Ele é um promotor de sucesso e bem sério!

Gabi é submissa mas não tem muita experiência em BDSM, além de joguinhos em lugares públicos, nunca se rendeu verdadeiramente a ninguém. Sua amiga, Kim, foi sequestrada e vendida no mercado negro de mulheres, e por isso ela acaba se voluntariando para servir de isca no Shadowlands – claro, existe uma característica que deve manter para esse trabalho, ser a submissa mais travessa e pentelha para conseguir atenção por sua rebeldia.

Continue lendo

“Gabriel’s Rapture” de Sylvain Reynard – Resenha Série O Inferno de Gabriel #2

22 out

Antes de ler minha resenha de “Gabriel’s Rapture” leia a resenha do primeiro livro da série de Sylvain Reynard, “Gabriel’s Inferno”.

Agora que você já leu a resenha do primeiro volume  deve ter percebido minha observação no final, onde afirmo que não iria ler o segundo livro, eu não menti, eu realmente não queria ler, mas fui coagida por alguém completamente cruel e sem coração que não teve nem um pingo de dó de uma pobre pessoa que não suporta romances melosos e cansativos.

E garanto a você, vai ter volta! Viu Yasmin! É sério, se vocês nunca mais ouvirem falar da “Cruela Dorneles” é porque eu a matei.

Pronto, desabafei. Vamos a descrição detalhada de como torturar lentamente e refinadamente uma pessoa.

O livro começa exatamente no ponto onde o anterior parou.

Professor Gabriel Emerson embarcou em um apaixonante, até clandestino caso com sua ex-aluna, Julia Mitchell.

Sequestrada em um feriado romântico na Itália, ele a ensina os mais deliciosos prazeres sensuais do corpo e os arroubos do sexo.

Mas quando voltam, a felicidades deles é ameaçada por uma conspiração de alunos, política academicas e ex-amantes ciumentas.

Quando Gabriel for confrontado com a administração da universidade, ele sucumbirá ao destino de Dante? Ou ele lutará para manter Julia, sua Beatrice, para sempre?

Em “Gabriel’s Rapture”, a brilhante sequência para o romance de estréia de grande sucesso, “Gabriel’s Inferno”, Sylvain Reynard tece uma história de amor única que vai tocar a mente, corpo e a alma dos leitores, para sempre. (ou quase).

Sim, sem nenhum espaço de tempo, “Gabriel’s Inferno” termina com os incansáveis apaixonados dormindo depois do santo sexo sofrido e “Gabriel’s Rapture” começa com ambos acordando.

Mas, não é apenas um “acordar” romântico regado a sorrisos bobos e um “bom dia amor” -escrito poeticamente em forma de alguma citação de Dante ou Shakespeare – não, infelizmente não é tão simples.

Enquanto Gabriel observa sua amada dormir (estranho habito adquirido pela matriz sobrenatural, Edward) Julia tem um pesadelo terrível, onde ela está sozinha na floresta e procura por Gabriel em desespero porque ele havia a abandonado (estranho Dejá vu do pesadelo de sua matriz, Bella) e então temos mais uma das cansativas e poéticas conversas, declarações e reafirmações de amor regadas a arrependimentos, culpa e perdão. Continue lendo

Livros Não Publicados #07 – Masters Of The Shadowlands #04 – Cherise Sinclair

14 out

A partir do quarto volume os livros ficaram maiores e as histórias mais elaboradas, com um espaço de tempo maior… o que eu adorei pois amo os livros da Cherise!

Lean On Me/ Apóie-se Em Mim

Sinopse: Andrea quer se submeter, mas não para qualquer um que se acha Dom. Ele tem que ser mais resistente do que os touros reprodutores de raça, de onde cresceu. Ela desistiu de encontrar um verdadeiro Dom por si mesma, quando seu amigo a coloca como estagiária em um clube de BDSM exclusivo como os poderosos Mestres do Shadowlands. Andrea fica emocionada… e aterrorizada. Forçado a aceitar uma submissa desconhecida, em seu programa de treinamento cuidadosamente executado, Mestre Cullen fica furioso. Não só pela jovem nova em BDSM, mas ela é inadequada para o seu papel… blindada em couro, como uma Domme, ela está mais propensa a perfurar um Dom, do que se ajoelhar. Ele decide empurrá-la de volta para fora da porta. Mas, enquanto impiedosamente a intimida, castigando-a, então para seu conforto, vislumbra a mulher dentro da intrigante armadura emocional e sua total entrega captura seu coração. Embora Mestre Cullen fosse famoso, por seu estilo de vida sem restrições, Andrea acredita que ele poderia estar interessado nela, até que descobre que ele não é apenas um garçom — ele é um policial. Talvez ele ignore seu passado escorregão na lei, mas quando outra estagiária a acusa de roubar dinheiro, Andrea tem certeza de que perdeu o mestre que queria com todo o seu coração.

Antes de mais nada quero dizer o seguinte… Eu ODIEI a Andrea! Nossa! Eu não tenho aversão as protagonistas da Cherise, mas ela foi uma excessão… o livro é muito gostoso, o Cullen uma delícia, mas eu fiquei tão irritada com as idiotices da Andrea, ela foi criada pelo pai que é um ex militar, e ele a ensinou a nunca precisar pedir nada para ninguém, que é “feio” e sinônimo de fraqueza pedir ajuda.

Bem, tirando o incoveniente de personalidade da Andrea o livro é muito bom, de fato nos próximos volumes ela aparece de uma forma bem mais leve já que supera essa síndrome de “posso fazer tudo sozinha”. #AMÉM!

Continue lendo

%d blogueiros gostam disto: